Amor, medo e orgulho. Segundo alguns relatos de pais, acompanhar o crescimento dos filhos é uma experiência “que muda vidas”. Os filhos crescem rápido, tornam-se matulões, e os pais encolhem, ficando mais barrigudos. Apesar de os sentimentos (e do tamanho da barriga) serem relativos, o tempo não é. E para este pai, que durante 30 anos se fotografou com o filho, muito mudou. Exceto a postura: pai e filho permaneceram abraçados em todas as fotos.

Tian Li, 30 anos, abraçou o seu pai para a fotografia em todas as suas festas de aniversário. O abraço acontecia sempre de tronco nu, porque o seu aniversário acontece durante os verões quentes de Guizhou, situada no sudeste da China. Durante três décadas repetiram o processo, que já é uma tradição de família, iniciada pelo avô de Tian Li.

O filho Tian Li, realizador residente em Beijing, confessa que só agora pensa nas fotografias e no ritual que o seu pai tirou. “Tinha-se tornado um hábito tirar a mesma fotografia todos os anos, quando visitava os meus pais”, disse à CNN Tian Li.

Ano após ano, os corpos e expressões mudaram. Tian Li cresceu e licenciou-se, enquanto Tian Jun encolheu e engordou, mas o sorriso permaneceu em cada fotografia. Apareceu um cão e um novo membro da família. “Seguramente, estas fotografias continuaram de geração em geração”, assegurou Tian Li à CNN.

Veja a série de fotografias que Tian Jun, pai de Tian Li, tirou durante 30 anos.