O preço do barril de crude da Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP) iniciou a semana com uma perda de 5,41%, ao cotar-se em 40,67 dólares, o nível mais baixo dos últimos seis anos.

A informação foi avançada hoje pela OPEP, que indicou que o barril de crude atingiu na segunda-feira o valor mais baixo desde finais de fevereiro de 2009.

Os problemas nos mercados asiáticos, sobretudo na China, o segundo consumidor mundial de petróleo, têm vindo a somar-se nas últimas semanas ao excesso da oferta mundial de crude, o que provocou uma redução dos preços desde meados do ano passado.