Natalie Amyot apresentou-se no Youtube como uma turista francesa à procura do pai do seu filho, que conhecera nas férias em Mooloolaba (Austrália). O vídeo, que se tornou viral, era afinal uma manobra de marketing para promover a região.

A confirmação foi dada pelo dono da empresa, Andy Stellar, que explicou toda a situação num vídeo entretanto publicado na conta de Youtube da (falsa) Natalie Amyot. Natalie, que se chama na realidade Alizee Michel, é afinal uma actriz e antiga estudante na universidade de Queensland (Austrália), contratada pela Sunny Coast Social Media para a realização do vídeo.

A empresa, que faz de vídeos virais um negócio, pretendia desta vez “colocar Mooloolaba no mapa” e promover o turismo na região.

Não é a primeira vez que casos destes acontecem. Um dos mais recentes foi o de Abdou Diouf, natural do Dakar, que comoveu o Mundo ao documentar a sua “perigosa” viagem pelo Mediterrâneo na rede social Instagram.

Também a história de Diouf era um golpe publicitário, criado para a promoção do festival de fotografia Getxophoto. O “aventureiro” que percorreu o Mundo em busca de uma vida melhor chamava-se afinal Hagi Touré, tinha origem senegalesa e residia legalmente em Espanha.