Os benefícios do exercício físico são mais do que conhecidos. Para além de contribuirem para um estilo de vida mais saudável, ajudam a controlar o peso e a queimar os quilos a mais. Porém, existem alguns hábitos que, se forem alterados e conjugados com exercício regular, também podem ajudar a manter a linha e a emagrecer mais depressa. O El País reuniu alguns. Ora veja:

1. Mascar pastilhas entre as refeições

Um estudo realizado por um grupo de investigadores do Instituto de Ciências Psicológicas da Universidade de Leeds, no Reino Unido, concluiu que mascar pastilhas pode ajudar a regular o apetite. Isto porque, por um lado, evitam que se coma sem se ter realmente vontade e, por outro, porque produzem uma sensação de saciedade.

Mas atenção: o truque só funciona se mantiver a mesma pastilha durante, pelo menos 45, minutos. Quando uma pastilha perde o sabor, faz com que seja necessário produzir saliva extra, e é exatamente isso que faz perder o apetite.

2. Beber um copo de água antes das refeições

De acordo com um estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, beber um copo de água antes das refeições pode mesmo ajudar a perder peso. Isto porque a sensação de saciedade que provoca (porque ajuda a encher o estômago) faz com que, na hora de comer, a fome seja menor.

Para o estudo, o grupo de investigadores pediu a 41 voluntários com obesidade que, durante três meses, bebessem um copo de água antes de todas as refeições. A outros 43 voluntários, foi pedido que, antes de comerem, imaginassem que tinham o estômago cheio.

Ao fim das 12 semanas, os resultados não deixaram margem para dúvidas: o primeiro grupo emagreceu cerca de 4,5 quilos enquanto, os restantes, não conseguiram perder mais de 800 gramas.

A woman fills up a glass with water on April 27, 2014 in Paris. Eight out of ten people in France say they have ''confidence'' in tap water, according to the water information center's annual barometer, on April 29, 2014. AFP PHOTO / FRANCK FIFE (Photo credit should read FRANCK FIFE/AFP/Getty Images)

Beber um copo de água antes das refeições ajuda a controlar o apetite (FRANCK FIFE/AFP/Getty Images)

3. Tomar um bom pequeno-almoço

Saltar a primeira refeição do dia é um dos erros mais comuns. Ao contrário do que geralmente se pensa, evitar tomar o pequeno-almoço não emagrece. Antes pelo contrário — leva o organismo a absorver mais gordura.

“Ao chegar à refeição seguinte, está-se com mais fome e come-se mais”, explicou ao El País a nutricionista Marta Aranzadi. Para além disso, “o jejum prolongado coloca o metabolismo em ‘modo de poupança’, ou seja, inverte-o e leva-o a armazenar mais gordura”.

4. Servir as refeições em pratos mais pequenos

Quando se trata de perder peso, o fator psicológico desempenha um papel muito importante. Um truque que pode ajudar a controlar o apetite consiste em usar pratos mais pequenos para servir as refeições.

De acordo com o El País, ver um prato pequeno, mas cheio, sacia mais do que olhar para um grande que só está meio cheio. É uma forma de enganar o cérebro, que pode mesmo ajudar a perder peso comendo menos.

5. Mastigar muito

O cérebro leva cerca de 20 minutos a enviar um sinal neutral a dizer que o estômago está saciado. Se durante esse período de tempo comer demasiado depressa, isso significa que, provavelmente, irá comer de mais. “Mastigar cada porção de comida 20 vezes e, depois, pousar o garfo é o ideal para não exagerar nas refeições”, aconselha a nutricionista Marta Aranzadi.

LOS ANGELES, CA - JANUARY 24: A plate of salad with blood oranges, dates, arugula and parmesan chees prepared by Lucques chef Suzanne Goin is on display during food and wine event at Lucques in preparation of 17th annual SAG Awards on January 24, 2011 in Los Angeles, California. (Photo by Kevork Djansezian/Getty Images)

Olhar para um prato pequeno, mas cheio, sacia mais do que olhar para um grande que só está meio cheio (Kevork Djansezian/Getty Images)

6. Comer sem estar a olhar para a televisão

Um estudo realizado por um grupo de cientistas do Departamento de Marketing da Universidade de Ciência Nutricional de Illinois, nos Estados Unidos da América, em 2004, refere que ter a televisão ligada faz com que se coma mais e pior. Isto porque a distração provocada pela televisão faz com que se continue a comer, mesmo depois de o estômago estar cheio. Por outro lado, os anúncios levam a que, muitas vezes, se comprem alimentos pouco saudáveis.

7. Ir para a cama cedo

De acordo com um estudo da Universidade de Medicina de Northwestern, nos Estados Unidos da América, as pessoas que se deitam mais tarde consomem, em média, mais 250 calorias por dia do que aqueles que se vão para a cama cedo. Segundo os investigadores, isto acontece porque, regra geral, estas pessoas comem mais fast food e bebem mais refrigerantes.

8. Manter o quarto fresco e arejado

Dormir num quarto fresco e com um pijama mais grosso obriga o corpo a gastar mais calorias e, consequentemente, a produzir mais calor. “A sério, manter o corpo a 36,5º C provoca um gasto energético importante”, garantiu ao El País a especialista em nutrição.

BERLIN, GERMANY - JANUARY 03: The bedroom of the Presidential suite is pictured during the opening of Germany's first Waldorf Astoria hotel on January 3, 2013 in Berlin, Germany. The luxury Waldorf Astoria Berlin with its 232 luxury guest rooms and suites on 32 storeys is located near the Kaiser Wilhelm Memorial Church (Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche). (Photo by Andreas Rentz/Getty Images)

Um quarto fresco obriga o corpo a produzir mais calor e, logo, a queimar mais calorias (Andreas Rentz/Getty Images)

9. Começar o dia com um banho de água fria

À semelhança de dormir num quarto fresco, tomar um banho de água fria também faz com que o corpo tenha de produzir mais calor. Para além disso, estimula os terminais nervosos, ajudando a começar o dia com mais energia.

10. Comer alimentos ricos em vitamina D

Um estudo realizado por Shalamar Sibley, da Universidade do Minnesota, nos Estados Unidos da América, refere que comer alimentos ricos em vitamina D, como o salmão, a cavala ou a sardinha, pode ajudar a perder peso mais rapidamente. Por outro lado, as pessoas que têm falta desta vitamina, que ativa o metabolismo, têm mais dificuldade em emagrecer.