Tecnologia, ciências, turismo. Ou engenharia. E 28,8 milhões de euros investidos em 52 projetos no âmbito das Call for Entrepreneurship, o ponto de entrada para o Programa de Ignição. Mais 3,1 milhões investidos em quatro projetos do programa +Inovação +Indústria, dirigido para empresas dos setores mais tradicionais. Esta quinta-feira, há Portugal Ventures Day, no Teatro Camões. Para “celebrar o empreendedorismo”, sublinha o presidente Marco Fernandes. “Para mostrar que é possível”, acrescentou a administradora Teresa Fernandes.

“Este evento é mais do que o dia da Portugal Ventures, é o dia dos empreendedores, das startups e dos parceiros, quer de capital, quer de ignição – as incubadoras, aceleradoras. Todos vão estar presentes. É isso que se pretende, que seja um dia de festa, onde acima de tudo, vamos celebrar os empreendedores e as startups que foram criadas”, explica ao Observador Marco Fernandes.

A Portugal Ventures nasceu em junho de 2012 e resultou da fusão de três sociedades de capital de risco, a AICEP Capital, a InovCapital e Turismo Capital. É hoje o organismo público de capital de risco que investe em projetos inovadores de base científica e tecnológica e em empresas com projetos de expansão internacional. Lado a lado com os parceiros.

Em três anos, o universo de investimento da Portugal Ventures (PV) contribuiu para apoiar 77 empresas, que exportaram 41,7 milhões de euros para mais de 100 países e geraram um volume de negócios na ordem dos 56,7 milhões de euros. No âmbito deste investimento, foram criados 1240 empregos. E o portefólio de empresas apoiadas engloba nomes como o da AnubisNetworks, Science4You, Bica Studios, Chic By ChoiceFollowprice, GetSocial ou Gleam.

Esta quinta-feira, o destaque vai para a Immunethep (de biotecnologia), para a Invine (para melhorar a rentabilidade dos restaurantes), para a Cubo (que atua no setor de tratamento de águas para consumo e águas residuais), para a BeyonDevices, (na área de dispositivos médicos) ou para a Shiftforward, que permite aos compradores e vendedores criarem uma plataforma de publicidade online.

A estas juntam-se a Landing.jobs (que atua no recrutamento de profissionais de Tecnologias de Informação), a ferramenta para plaaformas móveis Top Docs, a Easy Easy Apps (para facilitar o desenvolvimento de novas ‘app’), a Biosurfit (que desenvolveu um instrumento de diagnóstico médico mais rápido e a baixo custo), a GuestU (que disponibiliza soluções móveis para o setor da hospitalidade) e a JScrambler, lider mundial em proteção de código HTML5/JavaScript, com clientes em mais de 50 países.

“A ideia é partilhar experiências, termos painéis com parceiros, empreendedores. É um dia para celebrar o empreendedorismo”, sublinha Marco Fernandes.

Durante o evento, vão ser distinguidos vários projetos, no âmbito dos Portugal Ventures Awards, como a Tech Venture of the Year, Life Sciences & Med Tech Venture of the Year, Travel & Leisure Tech Venture of the Year, Engineering & Manufacturing Venture of the Year, entre outros. Entre os oradores, o destaque vai para José Epifânio da Franca, ex-líder da Portugal Ventures, e para a investidora e Entrepreneur in Residence, Maria Dramalioti-Taylor.

Na sexta-feira, há Investor’s Forum, onde 16 investidores internacionais vão ouvir 40 startups portuguesas a apresentarem os seus projetos.

O programa de Ignição da Portugal Ventures integra uma rede de 45 parceiros que apoiam na preparação e qualificação dos projetos – a Ignition Partners Network -, a iniciativa para permitir acesso a investimento de capital de risco – Call for Entrepreneurship -, centros de aceleração para promover o crescimento global das startups, em São Francisco, Boston, Austin e Berlim e a rede que integra outros investidores de capital de risco, a Ignition Capital Network.

O programa +Inovação +Indústria foi lançado em agosto de 2014 para promover spin-offs empresariais e dar resposta aos desafios da indústria nacional, tornando-a mais global e competitiva. Um dos objetivos passa por aumentar a capacidade de inovação da indústria nacional nos setores mais tradicionais.