Os controladores aéreos espanhóis apresentaram um pré-aviso de greve de 12 horas a 26 de setembro e a 3 de outubro, em protesto contra as sanções impostas a colegas.

A greve foi convocada pela União Sindical dos Controladores Aéreos (USCA) espanhola e decorrerá entre as 06:00 e as 18:00 (05:00 e 17:00 em Lisboa), na sequência das sanções impostas pelas autoridades aeroportuárias espanholas a 61 controladores aéreos.

Estes funcionários, baseados em Barcelona (nordeste), foram acusados de atos de sabotagem que paralisaram o espaço aéreo em 2010, deixando 200 mil passageiros em terra.

Ao todo, 175 controladores foram alvo de processos legais por “revolta”, mas 20 de 22 tribunais concluíram que não houve nem desobediência, nem abandono do posto por estes controladores, de acordo com a USCA.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“A USCA reitera a disponibilidade para dialogar com a Enaire (as autoridades aeroportuárias espanholas) para evitar estas greves”, acrescenta em comunicado o sindicato.

Os controladores aéreos espanhóis fizeram greve pelas mesmas razões quatro dias em junho e em julho.