Esta é a história de uma menina, Lily, e de um homem que vive na Lua. Mas é principalmente uma história sobre a importância de mostrar às pessoas que se gosta delas. Mesmo que para isso seja preciso contornar as mais básicas leis da astrofísica.

É sempre o anúncio de televisão mais aguardado do ano em Inglaterra. Todos os anos, os armazéns John Lewis derretem o menos sensível dos corações com um pequeno filme de Natal que marca o arranque da época festiva. Não passa na televisão portuguesa, mas passa pelo menos na internet. No ano passado, a história de Sam e do Pinguim Monty foi vista por milhares de pessoas em todo o mundo: um ano depois vai com 24 milhões de visualizações no Youtube. 

Este ano é a vez do Homem da Lua. O anúncio, produzido para os armazéns ingleses John Lewis, foi divulgado esta sexta-feira e segue a fórmula mágica já usada nos anos anterior: uma criança, desta vez uma menina, sem diálogos ou voz-off, uma música de fundo e uma história simples sobre amizade e a importância de dar em vez de receber. O Natal é, por isso, apenas um pretexto.

Aqui está:

https://www.youtube.com/watch?v=wuz2ILq4UeA

“A ideia é contar histórias simples apenas com recurso a música e à emoção”, explica Rachel Swift, diretora de marketing nos armazéns John Lewis, citada pelo jornal britânico The Telegraph. Desta vez a criança é uma menina, e não um menino como tem sido nos últimos anos, mas ter uma criança é sempre um requisito indispensável, explica. A música, bem a propósito, é a Half the World Away (Meio mundo ao longe), dos Oasis, mas na voz mais meiga de Aurora, cantora norueguesa de 19 anos.

Lembra-se da campanha do ano passado, com o pequeno Sam e o pinguim Monty? E do ano anterior, do urso mal-humorado e da lebre? Estão aqui, para ver ou rever. Ou para ver e rever de uma vez.

https://www.youtube.com/watch?v=iccscUFY860