Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O corpo do piloto russo que morreu na queda do SU-24 provocada pela Turquia vai ser devolvido a Moscovo nos próximos dias, segundo escreve a BBC. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro Ahmet Davutoglu após a Rússia apresentar um conjunto de sanções contra a Turquia.

Ancara garante que todos os rituais ortodoxos foram seguidos na preparação do corpo, embora não seja para já conhecido como é que a Turquia o conseguiu recuperar. Este será um gesto que pretende apaziguar o Kremlin, depois de Putin ter anunciado no sábado restrições às relações entre a Rússia e a Turquia, nomeadamente a concessão de vistos a cidadãos turcos e a proibição de contratação de turcos por empresas russas.

O outro piloto que seguia a bordo, e que fora capturado ainda com vida por rebeldes depois de se ejetar do avião, foi resgatado na semana passada por forças especiais russas e sírias e afirma querer voltar agora à Síria para vingar a morte do companheiro e combater os rebeldes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR