Mark Zuckerberg e a mulher, Priscillla Chan, prometem doar 99% das ações da empresa Facebook – no valor de 45 mil milhões de dólares (cerca de 42,3  mil milhões  de euros) – ao longo da vida, para obras de caridade.

O anúncio foi feito numa carta aberta a Max, a filha recém-nascida de ambos. “Já nos deste uma razão para refletir acerca do Mundo em que esperamos que vivas,” escreveu o CEO da rede social, onde também deram a conhecer a organização Chan Zuckerberg Initiative, que ficará encarregue de gerir as verbas que serão aplicadas para “promover o potencial humano e promover a igualdade para todas as crianças na próxima geração.”

Zuckerberger e a mulher pretendem, com esta doação, promover “o avanço do potencial humano” e “promover a igualdade” porque consideram que “nem sempre temos dirigido esforços coletivos para as maiores oportunidades e problemas que a tua geração vai enfrentar”.

“Nós só podemos fazer este trabalho porque temos uma forte comunidade global que nos suporta. O Facebook criou recursos para melhorar o mundo para a próxima geração e cada membro da comunidade Facebook está a desempenhar um papel neste trabalho,” pode ler-se na carta.