Menos de um mês depois do atentado durante o seu espetáculo no Bataclan, em Paris, os Eagles of Death Metal voltaram à capital francesa, na segunda-feira, para uma curta, mas simbólica, aparição no final de um concerto dos U2.

O grupo norte-americano juntou-se aos U2 no final do espetáculo para cantar em conjunto com a banda de rock irlandesa a música “People have the power”. Na sala de espetáculos Bataclan, um dos diversos alvos dos ataques terroristas ocorridos em Paris a 13 de novembro, morreram 89 pessoas.

“Obrigada Paris, nós amamos-te! E obrigada U2 por nos darem esta oportunidade”, afirmou o vocalista do grupo norte-americano, Jesse Hughes, vestido de branco imaculado, dirigindo-se ao público do AccorHotels Arena, sala que pode acolher até 20 mil pessoas.

“Roubaram-lhes o seu palco há três semanas e nós gostaríamos de oferecer-lhes o nosso esta noite”, disse o vocalista dos U2, Bono, abrançando-se a Jesse Hughes antes de ambos interpretarem a música de Patti Smith.

Os Eagles of Death Metal afirmaram recentemente quererem ser a primeira banda a atuar no Bataclan quando o local for reaberto ao público.