O tráfego de internet gerado a partir do telemóvel cresceu 55,1% no terceiro trimestre deste ano, face a igual período do ano passado. Os utilizadores de smartphones têm sido os principais responsáveis pelo grande crescimento da banda larga móvel que subiu 35,7% no mesmo período.

O número de utilizadores que passou a usar a banda larga móvel cresceu 22,6% até outubro, atingindo os 5,5 milhões.

De acordo com estatísticas divulgadas pela Anacom, os smartphones (telemóveis com acesso à internet) são já usados por 64,2% dos utilizadores de telemóveis, o que representa um acréscimo de 14,5% face ao terceiro trimestre do ano passado. O tráfego gerado a partir de placas/modem também cresce, mas menos, mais 26,9% no terceiro trimestre.

A Meo lidera o mercado em quota de clientes (43) e em tráfego (34,7%). No entanto, a Nos e a Vodafone ganharam peso em relação a igual período do ano passado, à conta de uma perda de mercado por parte do líder.

A Vodafone é a segundo maior operadora em número de clientes ativos de banda larga, mas em tráfeo a Nos tem a segunda maior quota. Neste segmento, a marca detida pela PT Portugal até ganhou mercado aos concorrentes.

Segundo a Anacom, a principal explicação para a subida na utilização da banda larga (fixa e móvel), tem sido o sucesso comercial dos pacotes de serviços cujo número de subscritores cresceu 11% no terceiro trimestre. No caso da banda larga fixa estima-se que cerca de 94,4% dos clientes do serviço tenham adquirido o serviço no âmbito de um pacote de serviços. No mesmo período, 63 em cada 100 famílias tinham banda larga fixa.

O serviço de acesso à internet fixo e dos pacotes de serviços que incluem esta utilização geraram receitas de 1118,4 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano.