234kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Ninguém tecla. WhatsApp bloqueado no Brasil durante 48 horas

Este artigo tem mais de 5 anos

Até às 00h de sábado ninguém pode utilizar o WhatsApp no Brasil. Um tribunal de São Paulo bloqueou a aplicação devido a uma investigação criminal que está a decorrer. Até Mark Zuckerberg já refilou.

i

O WhatsApp é a aplicação mais utilizada no Brasil. Já em agosto, as principais operadoras de telecomunicações do país tentaram bloquear os serviços de mensagens e chamadas de voz da empresa

PATRICK PLEUL/EPA

O WhatsApp é a aplicação mais utilizada no Brasil. Já em agosto, as principais operadoras de telecomunicações do país tentaram bloquear os serviços de mensagens e chamadas de voz da empresa

PATRICK PLEUL/EPA

A partir da meia-noite os avisos de “mensagem não enviada” começaram. Lá para as 00h23 (mais duas horas em Portugal Continental) já muito poucos brasileiros, ou mesmo nenhum, conseguia enviar mensagens através do WhatsApp. Porque aí entrou em vigor uma ordem judicial para, durante 48 horas, o uso desta aplicação ser bloqueado no Brasil. Porquê? Ora aí está, ninguém sabe, mas muita gente desconfia que algum operador de telecomunicações do país poderá ter instaurado um processo à empresa.

A ordem foi emitida pelo Tribunal de São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo, devido a uma investigação criminal que estará a decorrer. O Folha de São Paulo escreve que, antes, as autoridades brasileiras tiveram autorização para investigar os registos de conversas do WhatsApp, mas a empresa recusou-se a divulgá-los para não violar o sigilo com os utilizadores. Este bloqueio terá surgido como um “castigo” para a aplicação que faz com o Brasil “fique isolado do resto do mundo”, defendeu o Jan Koum, diretor-executivo da empresa.

Tonight, a Brazilian judge blocked WhatsApp for more than 100 million people who rely on it in her country.We are...

Posted by Mark Zuckerberg on Thursday, 17 December 2015

O WhatsApp é hoje a aplicação mais utilizada pelos brasileiros, de acordo com um estudo divulgado esta semana, sendo seguida do Facebook — empresa, aliás, que comprou a aplicação de troca de mensagens em outubro de 2014. Daí que Mark Zuckerberg, presidente e fundador da rede social mais popular do mundo, não tenha demorado a reagir à notícia, através da sua página de Facebook. “Estamos a trabalhar no duro para reverter a situação. É um dia triste para o país. Os brasileiros estão sempre entre os mais apaixonados em compartilhar online a sua voz. Estou chocado que os nossos esforços em proteger dados pessoais possam resultar na punição de todos os utilizadores brasileiros do WhatsApp”, escreveu.

Zuckerberg lembrou que, enquanto o bloqueio durar, o serviço de Messenger do Facebook “continua ativo e pode ser usado para a troca de mensagens”. Pelo sim, pelo não, os brasileiros parecem estar a optar por outra alternativa. Desde que a ordem judicial entrou em vigor, o Telegram, aplicação concorrente do WhatsApp, já registou mais de um milhão de novos utilizadores no Brasil.

Já em agosto as maiores operadoras de telecomunicações do Brasil terão tentado bloquear o serviço do WhatsApp através da justiça. Na altura, noticiou-se que a Vivo, a Oi ou a Telefonica apresentaram várias queixas, sobretudo, contra o serviço de chamadas de voz da aplicação (através das ligações à Internet por 3G, 4G ou Wi-fi).

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.