Os investidores particulares com obrigações senior do Novo Banco que o Banco de Portugal fez regressar ao BES – o “banco mau” – não terão qualquer salvaguarda. O Jornal de Negócios teve acesso a uma carta do Banco de Portugal a investidores que diz que os títulos serão transferidos para o BES (onde têm baixa probabilidade de reembolso) independentemente de quem os tinha no final do ano passado, quando foi decidida a medida de “conclusão” da resolução.

“A retransmissão para o Banco Espírito Santo, S.A. abrange todas as obrigações emitidas sob os referidos ISIN (cuja emissão foi dirigida a investidores qualificados), independentemente da titularidade dos títulos à data de 29 de dezembro de 2015″, escreve o Banco de Portugal em carta enviada a investidores. Isto significa que todos os títulos irão mesmo passar para o BES, apesar de o Banco de Portugal ter decidido visar apenas investidores institucionais.

Pode ler mais sobre esta questão no texto que o Observador publicou esta terça-feira: Uns filhos, outros enteados na dívida do BES.