Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O paulista Dani Black regressa a Portugal para apresentar o último Dilúvio (2015), segundo álbum de estúdio. Falámos com ele esta semana, uma entrevista descontraída que pode ouvir aqui e onde se percebem os fundamentos que fazem dele um dos nomes em destaque na música contemporânea brasileira. O primeiro espetáculo é já esta quarta, 27 de janeiro, no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz em Lisboa (21h00) – entrada livre, limitada aos lugares existentes. Segue-se o Auditório Municipal de Sines (dia 29), o CPSE em Tavira (dia 30), a Casa da Música no Porto (1 de fevereiro), o Salão Brazil em Coimbra (2 de fevereiro) e o Espaço Cultural Pedro Ramy em Braga (3 de fevereiro).

Sexta-feira dia 29, a angolana Aline Frazão leva ao palco do Passos Manuel, no Porto, o terceiro álbum, Insular (22h30, 8€). À mesma hora, no sábado, estará em Coimbra no Salão Brazil e na semana seguinte, dia 5 de fevereiro, na Casa Independente, em Lisboa.

Esta semana começa a iniciativa “Mais Música, Mais Ajuda”, um conjunto de 10 espetáculos cujas receitas revertem a favor da CAIS. Sexta-feira, no Porto, o Plano B recebe Frankie Chavez e For Pete Sake — por lá estarão também André Tentúgal (dos We Trust) e Ed (dos Best Youth) em formato DJ set. A iniciativa tem eco em Lisboa: os The Black Mambo e O Martim vão tocar no Estúdio Time Out, no Mercado da Ribeira. Ambos os eventos têm início às 22h00, por 12€.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Dia 29, na Casa da Música no Porto, os Blind Zero jogam em casa para apresentar, na integra, o disco de estreia Trigger. Foi lançado há 20 anos e, como se isso não bastasse, o primeiro ensaio da banda ocorreu no dia 29 de janeiro de 1994. A festa começa às 23h00, os bilhetes custam 15€.

Sábado, dia 30, o sueco Jay-Jay Johanson, os britânicos The Correspondents, a dupla portuguesa Lavoisier e o DJ Mike Stellar atuam no Musicbox, em Lisboa. Um 4 em 1 com início às 22h30, por 12€.

Em Braga, Mazgani vai estar no Theatro Circo mas não vai estar sozinho: o compositor e guitarrista Pedro Cardoso, conhecido por Peixe, é o convidado especial (21h30, 12€). Também este sábado, o ex-Delfins Miguel Ângelo vai estar na Casa da Artes de Arcos de Valdevez (22h00, 10€).

Para fechar em grande, os Salto apresentam e lançam esta semana o novo álbum, no Estúdio Time Out do Mercado da Ribeira, em Lisboa (22h00, 5€) e os Orelha Negra repetem no Hard Club o magnífico espetáculo do CCB, no passado dia 16. A má notícia é que os bilhetes para o Porto já estão esgotados.