O famoso chef Benoit Violier foi encontrado morto em sua casa. As autoridades apontam como causa mais provável o suicídio.

O franco-suíço, cujo restaurante, chamado “Restaurant de l’Hotel de Ville”, em Crissier na Suíça, foi considerado o melhor do mundo no passado mês dezembro, tinha 44 anos. A polícia anunciou, citada pelo jornal The Guardian, que o corpo foi encontrado em casa: “Ao fim da tarde, a polícia… chegou a Crissier onde descobriram em casa o corpo de Benoit Violier”, acrescentando que tudo indica que o chef se tenha morto a tiro.

Apesar disso, as autoridades confirmaram que foi aberta uma investigação em relação ao caso. O site de notícias suíço 24 Heures informa também que Violier iria estar presente, esta segunda-feira, no lançamento do novo Guia Michelin em Paris.

O Restaurant de  l’Hotel de Ville, que possui três estrelas Michelin, foi eleito em dezembro o melhor restaurante do mundo pela francesa La Liste, que selecionou os mil melhores estabelecimentos em 48 países.

A forma inesperada como aconteceu a morte de Benoit Violier chocou a comunidade culinária mundial, e já mereceu a reação da parte de várias personalidades.

O chef francês Pierre Gagnaire, foi do primeiros a prestar a sua homenagem através do Twitter: “Os meus pensamentos estão com a família de Benoit Violier. Uma notícia muito triste sobre um chef extremamente talentoso…”

O também francês Jean Fraiolncois Piege utilizou igualmente o Twitter para relembrar Violier:

“Um chef imenso, uma tristeza imensa, os pensamentos vão para a sua família e equipa”.