Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Rand Paul anunciou esta quarta-feira a suspensão da sua campanha à presidência dos Estados Unidos da América. “Foi uma honra candidatar-me à Casa Branca. Hoje, vou acabar onde comecei, preparado e com vontade de lutar pela causa da Liberdade”, disse o senador do estado do Kentucky num comunicado, citado pelo Washington Post. 

Paul, que lutou por um consenso dentro do próprio Partido Republicano, acabou por não conseguir destacar-se numa campanha dominada por candidatos como Ted Cruz, vencedor do caucus republicano no Iowa, e o polémico empresário Donald Trump. No caucus de segunda-feira, Rand Paul conseguiu alcançar apenas 4,5% dos votos, tendo ficado em quinto lugar e a uma distancia considerável do terceiro colocado, Marco Rubio (23,1% das votações). Para além disso, apesar de ser popular dentro de algumas facções do Partido Republicano, o senador teve dificuldades em convencer os membros mais conservadores a apoiarem a sua corrida à Casa Branca.

De acordo com a CNN, que cita fontes republicanas, o ultra-conservador Rick Santorum deverá também anunciar muito em breve a sua desistência. O ex-senador da Pensilvânia deverá fazer o anúncio durante a noite desta quarta-feira e endossar um candidato. Em 2012, Santorum foi o vencedor do caucus do Iowa mas, este ano, pareceu ser incapaz de chamar a atenção do eleitorado. Foi um dos republicanos com pior resultado, tendo alcançado apenas 1% dos votos.

Caso a desistência se confirme, o ex-senador será o terceiro candidato a abandonar a campanha presidencial depois do caucus de segunda-feira. Para além de Rand Paul, também o republicano Mike Huckabee (1,8% das votações) anunciou a sua desistência.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR