Em 2010, o pugilista Manny Pacquiao tornou-se evangélico para espalhar a palavra de Jesus pelo mundo. Agora, e numa altura em que concorre ao lugar de senador nas Filipinas, utilizou a Bíblia para comparar gays com animais.

Em entrevista à televisão filipina TV5, o pugilista, oito vezes campeão mundial, questionou: “Já viu animais a acasalar com animais do mesmo sexo? Os animais são melhores, porque eles sabem distinguir masculino do feminino. Se nós aprovamos masculino com masculino, feminino com feminino, então o homem é pior que os animais”.

A declaração originou quase de imediato uma onda de críticas e, num primeiro momento, Pacquiao ainda resistiu respondendo que prefere “obedecer aos desejos de Deus do que aos desejos da carne. Não estou a condenar ninguém, estou apenas a verdade que diz a Bíblia”.

Mas as críticas e os ataques não pararam. E, mais tarde, Manny teve mesmo que ceder e publicar um pedido de desculpas outra vez através das redes sociais: “Peço desculpa por magoar as pessoas por comparar homossexuais com animais. Por favor perdoe-me aqueles que magoei”:

https://twitter.com/mannypacquiao/status/699549902825590785