Copenhaga tem um supermercado que é uma estreia mundial: o WeFood é a primeira superfície comercial do mundo a vender artigos alimentares com um desconto de 50%, porque o prazo de validade está prestes a terminar ou as embalagens estão danificadas. Abriu a 22 de fevereiro, conta o Quartz.

O objetivo do WeFood é o de acabar com o desperdício alimentar (estima-se que sejam desperdiçadas 1,3 milhões de toneladas de comida diariamente no mundo), atraindo consumidores conscientes e com menor poder de compra.

Para que o WeFood pudesse abrir, a iniciativa contou com o apoio de Eva Kjer Hansen, ministra que tutela a área da alimentação e que considera que a quantidade de comida que é desperdiçada é “ridícula”. Para avançar com o supermercado, foi preciso alterar a legislação existente.

O desperdício alimentar tem sido uma das lutas da Dinamarca e a verdade é que o país já conseguiu reduzi-lo em 25%, quando comparado com os níveis de há cinco anos.

Em França, os supermercados também foram proibidos de deitar fora comida que não tenha sido vendida — e está a ser pedido aos restaurantes que coloquem a comida em recipientes. O Quartz conta que, nos Estado Unidos, os consumidores estão a desperdiçar mais 50% de comida do que o que acontecia na década de 90, por exemplo.

*Artigo atualizado às 15horas com indicação de que artigos seriam vendidos perto do fim do prazo de validade