O belga Nicolas Lombaerts afirmou, esta segunda-feira, que o Zenit São Petersburgo tem que marcar cedo contra o Benfica, na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campões de futebol, para poder reentrar na eliminatória. Em declarações ao site oficial do clube russo, o central de 30 anos referiu que, depois de três jogos sem marcar golos, é “importante que o Zenit vença o Benfica para poder relançar a temporada e recuperar alguma confiança perdida”.

“Se marcarmos cedo, tudo ficará diferente. Passamos a estar em cima da eliminatória, por isso, é importante que isso aconteça. Não temos tido os resultados que queríamos, mas acho que uma vitória sobre o Benfica pode ser aquilo que precisamos para podermos continuar a luta pelos nossos objetivos”, afirmou Lombaerts.

O internacional belga, formado nas escolas do Club Brugge e antigo defesa do Gent, considerou que a formação de Rui Vitória tem “jogadores tecnicamente muito bons, como Gaitán e Jonas”.

“É complicado jogar contra o Gaitán. É talvez o melhor jogador do Benfica. Mas também há Jonas e Mitroglou. São jogadores experientes que sabem muito bem o que fazer à bola. Temos que ter muita atenção e não lhes dar qualquer espaço”, disse.

Na primeira mão, no Estádio da Luz, o Benfica venceu por 1-0 com um golo de Jonas já perto do final da partida.

Na última ronda do campeonato russo, o Zenit, que é treinado pelo português André Villas-Boas, empatou a zero no campo do Krasnodar e caiu para o quinto lugar, agora a nove pontos do líder CSKA Moscovo.

O encontro está agendado para as 17h00 e terá arbitragem do húngaro Viktor Kassai.