O juiz Sérgio Moro decidiu divulgar as escutas feitas ao telefone de Luís Inácio Lula da Silva, que toma hoje posse como chefe da Casa Civil da Presidente Dilma Rousseff, e a imprensa brasileira publicou o conteúdo das escutas e as próprias gravações. A Polícia Federal brasileira publicou uma nota a garantir que cumpriu todas as regras. A Presidência da República brasileira diz que a divulgação das escutas é uma “afronta aos direitos e garantias”. Ouça (e leia) aqui as escutas a Lula da Silva.