Mariano Rajoy e José María Aznar estiveram esta terça-feira na cerimónia de homenagem ao escritor Mario Vargas Llosa, que fez na segunda-feira 80 anos. Os dois políticos não se cumprimentaram no evento.

Com este ato, tornou-se evidente o distanciamento entre o presidente do Governo em funções e o ex-líder do PP. José María Aznar também não cumprimentou nenhuma das outras pessoas que estavam na habitual “foto de família”, como o ex-presidente Felipe González e o próprio Vargas Llosa.

Na intervenção feita durante a cerimónia de homenagem, Aznar aproveitou para desejar “novos líderes capazes de exercer funções sociais, morais e políticas à altura dos nossos desafios”. Já Rajoy preferiu falar em “dignificar o exercício da politica” para não dar “combustível ao populismo”.