A atriz norte-americana Amber Heard evitou ser acusada na Austrália por ter levado, ilegalmente, os seus cães para o país. A atriz admitiu em tribunal ter falsificado os registos dos dois Yorkshire Terriers do casal, para que estes pudessem viajar.

A juíza que julgou o caso da atriz, Bernadette Callaghan, atribuiu-lhe uma obrigação de bom comportamento que, se for quebrada, deverá obrigar a atriz a pagar 1000 dólares australianos (681 euros), informa a BBC.

As autoridades australianas divulgaram também um vídeo em que Amber Heard e Johnny Depp pedem desculpa por terem infringido a lei e a apelarem a que não repitam a sua ação. A juíza Callaghan afirmou que o vídeo é bem mais benéfico para a Austrália do que uma multa de 1000 dólares.

No vídeo, o casal explica a importância de defender a fauna e flora da Austrália, uma “arca do tesouro de plantas, animais e pessoas únicas”.