Está prestes a licenciar-se na área das Tecnologias da Informação (TI) e gostava de ir até Silicon Valley, a região da Califórnia, Estados Unidos, que muitos consideram ser o epicentro do empreendedorismo tecnológico e que serve de sede a empresas como o Facebook, a Google ou a Apple Inc.? Se assim é, a Olisipo, uma empresa portuguesa de recrutamento e gestão de carreira para profissionais das TI, pode estar à sua procura.

Depois de, em março, ter promovido uma campanha de recrutamento para 12 recém-licenciados das mesmas áreas, que começaram a integrar uma Academia dedicada à programação web e acabaram colocados no mercado de trabalho — dos 12, “dez foram imediatamente colocados na NOS”, cliente da Olisipo, e os restantes dois também já estão a trabalhar, diz ao Observador o marketing manager [gestor de marketing] da empresa, João Paiva —, a Olisipo quis agora “ir mais além” e lançar uma nova campanha de recrutamento.

Desta feita, a empresa procura dez recém-licenciados em Engenharia Informática, Informática de Gestão, Matemática ou cursos similares. Só que, ao contrário da campanha anterior, não limitará a sua oferta a uma “formação intensiva” e a um acesso mais facilitado ao mercado de trabalho. Agora, a Olisipo vai, pela primeira vez, levar recém-licenciados numa viagem fora de portas: os 10 jovens escolhidos irão numa tour a Silicon Valley, para conhecerem o que de melhor se faz na região.

É uma iniciativa nova, aproveitámos esta altura, de final de ano letivo e em que o mercado, na área das tecnologias da informação, está cada vez mais competitivo, em que as empresas procuram recursos nestas áreas.”, explica João Paiva.

As candidaturas já se encontram abertas e podem ser submetidas aqui. A campanha arranca oficialmente esta segunda-feira, com ações de divulgação em universidades da área da Grande Lisboa — Instituto Superior Técnico (ISP) e ISCTE, por exemplo, mas não só — e no polo da Faculdade de Ciências e Tecnologias, na Caparica, terminando apenas “no final de agosto”. A viagem, por sua vez, está “a ser planeada para o início do próximo ano”, para que os jovens escolhidos tenham formação antes da tour, diz João Paiva.

A viagem baseia-se numa “visita à cidade e aos polos tecnológicos” de Silicon Valley, explica o responsável pelo marketing da Olisipo. A visita ao “interior dos escritórios” de algumas empresas ali sediadas “não está garantida”, embora ainda esteja a ser equacionada, diz o responsável, que revela ainda que, nesta fase, a Olisipo tem feito “alguns contactos na Califórnia e em São Francisco” para a preparação da tour.

Não há hoje nenhum jovem que não conheça a Google, a Apple e outras dezenas de startups que nasceram no ambiente de Silicon Valley, em São Francisco. Mas poucos são os que têm a oportunidade de visitar e conhecer pessoalmente essa realidade. É isso que nós queremos proporcionar a estes jovens que nos demonstrem a ambição de iniciar uma carreira nas Tecnologias de Informação e de participar em alguns dos mais exigentes projetos de TI a nível nacional”, afirma o diretor comercial da empresa, Tiago Catarino, em comunicado à imprensa.