O gigante norte-americano do transporte privado urbano Uber deu a conhecer o seu mais recente avanço em termos de tecnologia: um Ford Fusion de condução autónoma. O protótipo, divulgou a companhia norte-americana, é o mais recente produto do Centro de Tecnologias Avançadas da Uber, localizado em Pittsburgh, no estado norte-americano da Pensilvânia, e tem por base uma versão híbrida do Ford Fusion, modelo que na Europa assume a designação de Mondeo.

Apesar de ter a capacidade de circular sem ajuda humana, o veículo continua a contar, durante os testes, com um condutor, o qual tem por missão monitorizar o desempenho da viatura, a qual recorre a uma série de radares, sensores e lasers durante a condução.

A Uber não é a única empresa com projectos próprios no âmbito da condução autónoma, existindo actualmente muitas companhias, fabricantes automóveis mas não só, como é o caso da Google, por exemplo, que procuram tomar a dianteira neste domínio.