Pokémon GO

PSP cria manual para ajudar a caçar Pokémons em segurança

2.706

A Polícia de Segurança Pública publicou um manual no Facebook para ajudar os jogadores de Pokémon GO a caçar Pokémons em segurança. A publicação já teve 3.000 gostos.

Imagem da publicação do Facebook

A Polícia de Segurança Pública editou esta terça-feira um manual para ajudar os jogadores de Pokémon GO – o novo jogo da Nintento – a caçar as criaturas em segurança, “no pico mais alto desta época de caça aos Pokémon”.

Os avisos deixados pela PSP surgem depois de terem ocorrido “alguns incidentes, lesões graves e até alguns crimes”.

O comunicado relembra os treinadores para que estes observem “o meio envolvente” e para que não entrem em “propriedade alheia ou áreas de acesso restrito”, prática que constitui crime, segundo a lei.

O comunicado deixa ainda uma série de outros alertas que pode consultar na publicação abaixo.

Em menos de uma hora a publicação da PSP teve mais de 3.000 gostos no Facebook e foi partilhada 2.500 vezes.

A PSP desenvolveu um novo tipo de Pokébola para o comunicado, inclusivamente.

Já no domingo, no Facebook oficial da força de segurança, tinha sido publicada uma imagem alusiva ao jogo.

Esta não é a primeira vez que a PSP faz uma comunicação com base em jogos de vídeo.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Enfermeiros

Elogio da Enfermagem

Luís Coelho
323

Muitos pensam que um enfermeiro não passa de um "pseudo-médico" frustrado. Tomara que as "frustrações" fossem assim, deste modo de dar o corpo ao manifesto para que o corpo do "outro" possa prevalecer

Poupança

O capital liberta

André Abrantes Amaral

É do ataque constante ao capital que advêm as empresas descapitalizadas, as famílias endividadas e um Estado sujeito a três resgates internacionais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)