O Concurso Nacional de Ideias de Negócio vai distinguir, na vigésima edição, as 15 melhores ideias de negócio, que terão acesso a um programa de mini-aceleração de negócios. A ideia vencedora terá também o apoio da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), promotora do concurso, na construção gratuita do seu plano de negócios.

cartazConcursoIdeias

“Queremos conferir maior expressividade a este apoio direto aos jovens empreendedores, abrindo portas a uma pequena experiência de aceleração que vai funcionar como um boost para o desenvolvimento e a consolidação de projetos empresariais sustentáveis”, justifica João Rafael Koehler, presidente da ANJE.

O concurso destina-se a jovens portugueses, entre os 18 e os 35 anos, que possuam uma ideia com potencial para ser concretizada num plano de negócios. As candidaturas devem ser submetidas online, em concursodeideias.anje.pt, até 7 de novembro. Ideia de negócio realista, criação do próprio emprego e de postos de trabalho e o caráter inovador são alguns dos critérios de seleção dos projetos.

Ideias que já venceram o concurso e o mercado

Com uma média anual de 150 candidaturas, projetos distinguidos no concurso já deram, entretanto, cartas no mercado. O Just in Time Tourist (JiTT), vencedor da edição de 2012, é um guia áudio que parte da localização geográfica do turista para apresentar sugestões de visita de acordo com o tempo disponível e o modo como se desloca. Totalmente personalizável, esta aplicação, disponível para IOS, Android e Amazon apps, permite aos próprios utilizadores criar e partilhar os seus percursos. O investimento da Portugal Ventures e o capital de risco da BusyAngels proporcionaram a expansão global do negócio.

A Movelife, vencedora da edição de 2013, é outro exemplo que saiu do concurso diretamente para o mercado da restauração e alimentação. O seu software nutricional, com validação científica, faz a avaliação automática dos menus de cafés e restaurantes e permite criar rótulos nutricionais, incluindo a identificação e monitorização de alergénios, obrigatória de acordo com o regulamento da União Europeia n.º 1169/2011. A Movelife foi distinguida, em 2015, no Food & Nutrition Awards, na categoria de Melhor Serviço Inovação no Setor Agroalimentar em Portugal.