O Presidente da República viaja este domingo para Nova Iorque, onde vai participar pela primeira vez na Assembleia Geral das Nações Unidas, aproveitando para se encontrar com a comunidade portuguesa na vizinha Newark, Nova Jérsia. A viagem de Marcelo Rebelo de Sousa acontece um dia depois da cidade americana ter sido abalada por uma forte explosão cujas origem ainda está a ser investigada. Fonte da presidência confirmou ao Observador que a deslocação se mantém como previsto.

O chefe de Estado português, que viaja em voo comercial, chega a Nova Iorque hoje à noite, já madrugada segunda-feira em Lisboa, e regressa dos Estados Unidos na quinta-feira, com chegada a Portugal na sexta-feira de manhã.

A comitiva oficial desta visita inclui o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que vai participar com Marcelo Rebelo de Sousa em duas iniciativas sobre refugiados, e o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Marcelo Rebelo de Sousa e Jorge Sampaio vão cruzar-se em Nova Iorque com o antigo primeiro-ministro português António Guterres, que estará nesta cidade no mesmo período, prosseguindo os contactos relacionados com a sua candidatura ao cargo de secretário-geral da ONU.

A intervenção de estreia do Presidente da República perante a Assembleia Geral da ONU está marcada para terça-feira à tarde, já de noite em Lisboa.

No mesmo dia, estará numa receção oferecida pelo presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama.

À margem da sessão de debate geral anual entre chefes de Estado e de Governo dos 193 membros-membros da ONU, Marcelo Rebelo de Sousa vai ter encontros bilaterais com o rei de Espanha, Felipe VI, e com o recém-empossado presidente do Brasil, Michel Temer, na segunda-feira.

Estão já confirmados também, entre segunda e quarta-feira, encontros bilaterais com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, e com os presidentes de Moçambique, Filipe Nyusi, do Chile, Michelle Bachelet, da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, do Senegal, Macky Sall, da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, e do Gana, John Dramani Mahama.

Na quarta-feira, o Presidente da República encontra-se com a comunidade portuguesa da Costa Leste dos Estados Unidos, num centro de artes dos espetáculos em Newark, Nova Jersey. Marcelo Rebelo de Sousa vai discursar perante os portugueses e luso-descendentes, seguindo-se um concerto da fadista Raquel Tavares.

A 71.ª sessão da Assembleia Geral da ONU acontece menos de um mês antes da data prevista para o fim do processo de escolha do novo secretário-geral da ONU.

No seu último dia em Nova Iorque, quinta-feira, o programa do Presidente da República inclui um pequeno-almoço oferecido pela Câmara Luso-Americana de Comércio e um almoço com membros da Sociedade Luso-Americana de Pós-graduados.

Neste dia, Marcelo Rebelo de Sousa visitará ainda, no Centro para a História Judaica de Nova Iorque, uma exposição sobre o cônsul português Aristides de Sousa Mendes, que durante a II Guerra Mundial salvou do regime nazi milhares de judeus e outros refugiados.