Dando continuidade à tendência de subida registada nos últimos meses, a BMW acaba de alcançar um novo recorde nas suas vendas mundiais, no mês de Setembro, com 237.973 unidades entregues a clientes, ou seja, mais 10,5% que no mesmo período de 2015.

Com este resultado, acrescenta a marca da hélice em comunicado, o fabricante de Munique entregou já, no presente ano de 2016, um total de 1.746.638 unidades, ou seja, 6,2% mais que durante o período homólogo do ano passado. Resultado que é, também, o melhor de sempre para a companhia, no período dos primeiros três trimestres do ano.

Em Setembro, a BMW comercializou 197.419 unidades, o que revela um crescimento de 9,4% face ao mesmo mês de 2015, com as vendas a serem impulsionadas, principalmente, pelos crossovers e, principalmente, pelo X1, com 21.412 unidades transaccionadas, sinónimo de um crescimento de 161,9%. Na submarca “i”, mais de 40.000 veículos foram entregues a clientes em todo o mundo, 7.000 dos quais só em Setembro.

Quanto à Mini, as vendas aumentaram em Setembro 1,6%, com um total de 40.164 unidades, naquela em que foi também a primeira vez que a marca britânica conseguiu vender mais de 40 mil veículos num único mês.

Também a Rolls-Royce alcançou os melhores resultados de sempre no terceiro trimestre de 2016, com uma subida de 12,7% nas vendas face ao ano anterior e o crescimento a notar-se em todos os modelos – mais particularmente no Dawn, Wraith Black Badge e Ghost Black Badge.

Já a BMW Motorrad mantém igualmente a tendência de crescimento, com um total de 12.215 unidades comercializadas no último mês, isto é, um aumento de 10,2% face ao período homólogo de 2015. Até ao momento, as vendas de motociclos BMW subiram 3,2%, tendo sido transaccionados 116.044 nos primeiros nove meses do ano.