Talvez não seja a forma ideal de determinar até que ponto a sua esposa é capaz de confiar em si, pois sentar-se no banco de um automóvel ao lado de alguém que conduz depressa – muito depressa – é uma experiência incrível para quem gosta de velocidade, mas um susto de primeira quando se sente medo, quando se curva mais rápido e se trava nos limites. Mas lá que é necessário confiar em quem vai ao volante, é. Mesmo.

Todos os dias há pilotos que convidam para dar uma volta ao seu lado as respectivas mulheres ou namoradas. Assim, à laia de uma visita ao escritório. Na realidade, é sentados naquele banco, atrás do volante, que eles ganham a vida, conduzindo nos limites de forma a ultrapassar os adversários – por vezes, recorrendo a alguns toques ou empurrões e nem sempre com a maior lisura –, procurando a afinação ideal do chassi e dos motores em parceria com a sua equipa técnica. Entre os muitos filmes que há disponíveis, seleccionámos três, que não são os mais recentes, mas que estão definitivamente entre os mais divertidos.

É bom ter presente que as esposas destes senhores sabem perfeitamente o que os maridos fazem e, como acompanham praticamente todas as suas corridas, em directo nas áreas vip das boxes de cada circuito, ou em casa pela televisão, não são – ou, pelo menos, não deviam ser – completamente estranhas aos pormenores das suas profissões, aos riscos que correm, nem à velocidade, esforços e sensações por que as suas caras metades passam sempre que estão no “escritório”, ou seja, atrás do volante e bem apertados na baquet de competição. O que torna ainda mais espectacular – para não dizer descabido – as fitas, os gritos e a aflição que exibem, não faltando quem pense que há muito marketing associado. Mas o melhor é avaliar por si, vendo os vídeos.

João Barbosa – Piloto da equipa Action Express nos EUA

[jwplatform z7A4ZVHV]

Augusto Farfus – Piloto da BMW no DTM

[jwplatform isFlj7xd]

Riccardo Patrese – Piloto de F1 entre 1977 e 1993

[jwplatform W8bd9wSC]