José Mourinho em Stamford Bridge. A frase é do mais corriqueiro que há. O estádio do Chelsea é a casa de Mourinho em dois períodos largos (2004-2007 e 2013-2015). Ao todo, é tricampeão inglês e levanta uma Taça de Inglaterra, três Taças da Liga mais uma Supertaça. Oito títulos, yes sir. É obra feita. E bem feita, entre 204 vitórias, 69 empates e 48 derrotas em 321 jogos.

Este domingo, chega a hora de pisar o relvado como adversário. É a segunda vez, após aquele 1-0 de Eto’o pelo Inter, em Março 2010, para a 2.ª mão dos 1/8 final da Liga dos Campeões. Agora, como treinador do United, é diferente. A sensação é única. No fundo, é o regresso ao ponto de partida. A estreia de Mourinho em Inglaterra é precisamente um Chelsea-United em Stamford Bridge. Decide o islandês Eidur Gudjohnsen (1-0 aos 15′), numa rápida jogada de contra-ataque conduzida por Geremi, com um toque de cabeça de Drogba.

Desse Agosto 2004 até hoje, Mourinho é uma referência incontornável no mundo do Chelsea. Ele e as suas frases. Eis um best of.

Arrogante? Sou campeão da Europa e acho que sou especial

Eu não sou estúpido. Eu quero ganhar jogos com a minha equipa a praticar um bom futebol, mas o mais importante é ganhar. Acho que as pessoas deviam perguntar-se por que é que o futebol inglês não tem sucesso no estrangeiro. Por que razão as equipas de Espanha, Itália e Portugal ganham provas da UEFA e as equipa inglesas não? Tudo aqui é fantástico, têm fantásticos jogadores, mas o Manchester foi a última equipa a ganhar alguma coisa em 1999

Como dizemos em Portugal, eles (Tottenham) trouxeram o autocarro e estacionaram-no em frente da nossa baliza. Ficaria frustrado se fosse adepto e tivesse pago 50 libras para ver este jogo. Eles caíam como se tivessem morrido aos cinco minutos de cada vez e demoravam mais cinco minutos quando faziam uma substituição

Sinto que os nossos adeptos podem dar-nos um pouco mais: 2.500 adeptos do Everton apoiaram mais a sua equipa que os 35/36 mil do Chelsea

5-4 é um resultado de hóquei, não um resultado de futebol. Num treino de três-contra-três, se o resultado chega a um 5-4 eu mando imediatamente os jogadores para os balneários porque é a prova que não estão a defender bem. Por isso chegar a um resultado desses num jogo de onze-contra-onze é apenas uma desgraça (Novembro 2004, sobre o resultado do Arsenal-Tottenham)

Parece que eles (Arsenal) têm sempre mais dois ou três dias de descanso para recuperarem. Talvez tenha a ver com o calendário da televisão

Não quero falar sobre isso. Se o fizesse, tinha de ir à Liga e gastar algum dinheiro que bem podia empregar nas prendas de Natal

O Sir Alex foi mesmo esperto, se assim se pode dizer, ao intervalo, ao colocar alguma pressão no árbitro. Na segunda parte foi apitar e apitar, falta e falta, batota e batota

Isto não é nada contra Sir Alex Ferguson. Na quarta-feira, depois do jogo estivemos juntos no meu gabinete a falar e a beber vinho. Infelizmente era uma garrafa de vinho muito mau. Quando for a Old Trafford jogar a segunda mão, no dia do meu aniversário, vou levar uma bela garrafa de vinho português

Depois do Chelsea, quero trabalhar em Itália. É um futebol que não está a viver um bom momento, mas para um treinador é fantástico, porque é o futebol táctico na sua mais pura realidade. E gostava de treinar a selecção portuguesa. Para muitos a selecção é um trampolim, porque é a maneira de se dar a conhecer ao mundo. Eu não preciso, porque eu sou um treinador do mundo, mas seria a melhor maneira de encerrar da carreira. Gostava de conseguir para Portugal inteiro o que consegui com o Porto

Agora, em Portugal, os adeptos do Benfica e do Sporting gostam muito de mim. Sabem porquê? Porque fui-me embora e eles finalmente têm hipótese de ganhar o campeonato

Tudo o que precisamos é de um grupo forte de jogadores e não de uma estrela de Hollywood. Mas que diabo são os galácticos? A imagem deles vem da sua vida social e a fama como jogadores acaba por ser um acréscimo. Desconfio desse tipo de galácticos. A minha dúvida não diz respeito às suas qualidades como futebolistas, mas ao facto de o ambiente que os rodeia poder vir a influenciar as suas exibições. Prefiro jogadores como o Drogba ou o Paulo Ferreira. Tenho um carro caro, mas não faço colecção. Não sou o tipo de pessoa que gosta de ter dez carros

A história de Frank Rijkaard como jogador não pode ser comparada à minha. A história dele é fantástica, a minha é zero. A minha história como treinador não pode ser comparada à de Frank Rijkaard, porque ele tem zero títulos e eu conquistei uma série deles

Tenho muito respeito pelos adeptos do Liverpool e o sinal de silêncio não foi para eles mas para a comunicação social inglesa. Na minha opinião, fazem tudo para desestabilizar o Chelsea. O sinal de silêncio foi para vocês. Na véspera da final, perguntaram-me se ia embora caso perdesse a final da Taça da Liga?!

A única coisa compulsiva em mim é vir a ser seleccionador português. A minha ideia é trabalhar durante mais 13 anos. Por isso, se dedicar quatro deles à selecção, ainda terei nove anos de futebol inglês pela frente

Alguns clubes são tratados como demónios, outros são tratados como anjos. Não acho que sejamos tão feios que devamos ser tratados como demónios, nem acho que Arsene Wenger e David Dein sejam tão bonitos que devam ser tratados como anjos

O Liverpool marcou, se assim se pode dizer, porque talvez deva dizer-se que o fiscal-de-linha marcou

Ele (Ricardo Carvalho) disse que não me compreendia e eu respondi que ele devia ter algum problema e tinha de fazer um teste de QI

É o Mundo contra o Chelsea. Só estarão pelo Chelsea os meus jogadores, pessoas de Kings Road e de Fulham Road, e 50 mil habitantes da minha terra natal, Setúbal. É o Mundo contra nós

Eles [do Arsenal] têm tantos penáltis durante a época que precisam de fazer qualquer coisa diferente [aquele passe falhado de Henry para Pires]

Um dia, quando perdermos, será feriado nacional. Mas estamos preparados para isso

O Wenger tem um problema connosco. Acho que ele é aquilo a que chamam em Inglaterra um voyeur. É alguém que gosta de observar os outros. Em Stamford Bridge, temos um ficheiro de citações do senhor Wenger sobre o Chelsea Football Club nos últimos 12 meses. E não é um ficheiro de cinco páginas. É um ficheiro de 120 páginas, por isso a nossa reacção é muito forte

Às vezes, vemos pessoas lindas sem cérebro. Outras, vemos pessoas feias que são inteligentes, como os cientistas. O nosso relvado é um bocado assim.

Como se diz batota em catalão? O teatro na Catalunha é de muito boa qualidade e este rapaz (Messi) aprendeu muito bem. Aprendeu a representar

Pressão é a gripe das aves. Sinto enorme pressão com o problema na Escócia. Não tem piada e tenho mais medo disso do que de futebol

Já não quero ganhar a Taça UEFA. Seria fracassar, pois significará que não se esteve bem no campeonato

Olhem para o meu corte de cabelo. Estou preparado para a guerra. Quem o cortou? Eu, no centro de treinos. Pedi a máquina ao Fernando e rapei. É fácil. E barato

https://www.youtube.com/watch?v=BEKMmUNqdek

Há quatro equipas inglesas na competição e eu não me lembro de ver o Liverpool ganhar o campeonato inglês. O Manchester foi campeão há quatro anos, o Arsenal há três e nós fomos campeões consecutivos nos últimos dois anos. Estamos no segundo pote e isso para mim é uma situação um bocado tonta

O futebol são 90 minutos. Se apertamos a mão, se nos beijamos, acham que isso é importante?

O lance com o Cech, o contacto, é uma desgraça. Ele tem sorte em estar vivo

Já não podemos ir ao mercado. O cobertor é curto, mas não posso comprar um maior porque o supermercado fechou. De qualquer forma, estou contente porque o cobertor é de caxemira. Não é um cobertor qualquer

Só há duas maneiras de eu sair do Chelsea. Uma é em Junho de 2010, no termo do meu contrato. Outra é o Chelsea despedir-me. Não há uma terceira alternativa, aquela em que o treinador decide sair e se vai embora. Nem pensar, não faria isso aos adeptos do Chelsea.

Sim, acho que sou um grande treinador. Não há muitos que tenham feito o que eu fiz. Não digo que sou o melhor: acho que isso não existe. O que fiz em Portugal foi único. Ninguém fez o que o que eu fiz na história do futebol português, por isso sou o melhor na história do meu país. Acho que é suficiente. Portugal não é o terceiro Mundo. Por isso o que fiz lá é suficientemente bom

O Jorge Costa foi inteligente. Tem de continuar o seu trabalho e não ligar a pessoas como o Jaime Pacheco que só tem um neurónio e mesmo esse trabalha mal

Às vezes posso dizer asneiras, mas trata-se de palavras que digo 50 vezes durante um jogo. Digo asneiras 10 vezes em cada 15 palavras. Digo asneiras quando a bola bate no poste

Adoro o clube e adoro o futebol de Inglaterra. E, já agora, também disse na escola que gostaria de manter as inscrições dos meus filhos

Depois de vermos os dois últimos jogos do Manchester United em casa, ficamos algo apreensivos porque me parece que existe uma regra especial. Uma regra que impede a existência de grandes penalidades contra a equipa deles

Isto nem é um jogo de palavras entre mim e ele (Cristiano Ronaldo). É um jogo onde um miúdo fez algumas declarações onde não demonstrou maturidade nem respeito. Tem talvez a ver com uma infância difícil, sem educação apropriada. Talvez seja uma consequência disso

Só temos 15 jogadores e o Hilário não é mau no meio-campo

Tenho uma boa vida, filhos saudáveis, uma família feliz e muitos amigos. Se amanhã me despedirem, fico milionário e tenho outro clube a pretender-me, por isso vou estar pressionado porquê?

Três anos sem ganhar uma Premier League? Não me parece que eu ainda tivesse trabalho (sobre a seca de Rafael Benítez no Liverpool)

Drogba, Ronaldo, Van Persie e Gerrard são os melhores a atirar-se para a piscina

https://www.youtube.com/watch?v=1Q490yFaVjc

Só me falta telefonar à minha mulher e dizer-lhe o resultado [6-0 ao Arsenal]. Ela está sempre na dúvida