O PSD entregou ao presidente do parlamento um pedido urgente para agendar uma conferência de líderes para terça-feira, defendendo que a falta de documentação sobre o Orçamento, a enviar pelo Governo, inviabiliza o início dos trabalhos orçamentais.

“Não há condições para que os trabalhos orçamentais se possam iniciar em debate sem que exista a documentação que sempre foi entregue e pela primeira vez o Governo está a querer esconder”, afirmou à Lusa o deputado do PSD António Leitão Amaro.

O deputado social-democrata refere-se ao envio dos documentos da “execução orçamental estimada para o final de 2016 em contabilidade pública e desagregada”, que “mostram o ponto de partida para o Orçamento de 2017”.

Os trabalhos orçamentais iniciam-se com a audição do ministro das Finanças, Mário Centeno, na comissão de Orçamento e Finanças, marcada para as 15:00 de terça-feira, mas o PSD considera que não estão reunidas as condições para esse início.