458kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

S.C. Braga abateu sobreiros antes de ter recebido autorização

Este artigo tem mais de 5 anos

Apesar de ter pedido autorização para o abate de sobreiros em terreno de futura academia, o S.C. Braga derrubou as árvores antes de ter luz verde. Sobreiro é espécie protegida e clube pode ser multado

i

Facebook de Luís Tarroso Gomes

Facebook de Luís Tarroso Gomes

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Apesar de ter pedido autorização para o abate de sobreiros num terreno onde está a construir uma academia de futebol, o Sporting de Braga acabou por derrubar as árvores antes de ter a luz verde necessária do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF). A notícia é do jornal Público.

A lei prevê que o clube pode ser multado até 75 mil euros e também proibido de construir sobre aquele terreno durante um período de 25 anos.

De acordo com aquele jornal, o Sporting de Braga pediu autorização para o abate dos sobreiros em fevereiro. Em março, o ICNF pediu ao clube que apresentasse mecanismos de compensação que minimizassem o impacto do ambiental do abate dos sobreiros — o que fez em abril.

A autorização para o derrube das árvores chegou ao clube de Braga a 31 de agosto. Só que, nessa altura, os sobreiros já tinham sido abatidos há vários meses. De acordo com o Público, os trabalhos no terreno em questão começaram no final de maio, que refere as denúncias feitas nas redes sociais por um advogado bracarense, Luís Tarroso Gomes. A 7 de julho, o jurista já tinha colocado uma fotografia (que dizia ser de 12 de junho) no seu perfil de Facebook onde demonstrava que as terras do terreno da futura academia já estavam a ser movimentadas e que parte do terreno já não tinha sobreiros.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.