Os cofres da câmara de Nova Iorque vão ficar bem mais vazios depois da eleição de Donald Trump. Segundo noticia a CNN ,a segurança do futuro Presidente dos Estados Unidos da América e da sua família custa, em média, 1 milhão de dólares por dia à cidade. Isto porque para além dos serviços secretos, a polícia também tem de proteger o presidente eleito.

E nem a sua possível saída da Trump Tower para a Casa Branca irá aliviar as contas. Isto porque Trump afirmou que pelo menos até o ano escolar terminar, a sua mulher Melania e o seu filho mais novo, Brandon, ficarão na penthouse da 5ªavenida, onde estarão e de onde sairão sempre rodeados de seguranças. Que serão ainda maiores sempre que o presidente fizer as suas visitas frequentes a Nova Iorque, principalmente enquanto não tiver a família a morar consigo.

Se a segurança do presidente eleito é da responsabilidade dos serviços secretos, a polícia de Nova Iorque ficou encarregue de fazer o controlo do público em geral, o que neste momento torna a avenida mais luxuosa de Nova Iorque um dos sítios mais vigiados e controlados do mundo. Até porque a restante família Trump também vive ali.

“Aqui a segurança é um imperativo. Devemos isso aos presidentes eleitos, às suas famílias e à equipa que com eles trabalham”, foram as palavras do mayor da cidade de Nova Iorque, Bill de Blasio, em conferência de imprensa na passada semana.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No entanto Blasio avisou que a cidade vai necessitar de ajuda financeira, especialmente para pagar as horas extra que os agentes fazem. “Vamos iniciar as conversa com o governo em breve para que a polícia de Nova Iorque possa ter o reembolso de alguns custos que incorrem”.

Um outro facto que torna a segurança de Trump extremamente cara é residir num dos bairros mais movimentados da cidade . Isto leva a que a segurança seja mais apertada, envolvendo mais homens no terreno para garantir que não acontecem percalços de maior. Até porque a zona de fuga, o Central Park onde a 5ª avenida desemboca, obriga a trabalhos redobrados.

A cidade estará à altura do desafio

O mayor de Nova Iorque comentou que nunca a cidade tinha tido, com tanta frequência, a presença de um presidente do EUA, mas que, “a polícia está à altura do desafio e a cidade também estará à altura do desafio, não tenho quaisquer dúvidas sobre isso”.

Nova Iorque está habituada a elevados gastos em segurança devido à presença de figuras de relevo mundial, por exemplo chefes de estado quando visitam a sede da ONU. No entanto, suportar algo como o financiamento da segurança da família Trump é uma situação sem precedentes, segundo Bill de Blasio.