802kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Depois dos carros, dono da Tesla quer salvar o mundo com telhas solares

Este artigo tem mais de 5 anos

O patrão da Tesla quer salvar o ambiente e, depois dos carros elétricos, chegam as telhas solares. A ideia é usar telhas que são praticamente iguais às telhas normais, mas que acumulam energia solar.

As telhas solares são praticamente iguais às telhas normais
i

As telhas solares são praticamente iguais às telhas normais

Tesla

As telhas solares são praticamente iguais às telhas normais

Tesla

O presidente da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, quer tornar a energia solar mais sexy. Musk apresentou em outubro as telhas solares da Tesla: são praticamente iguais às telhas normais, mas contêm pequenas células solares que permitem recolher e armazenar energia solar. Durante um evento da Tesla, Elon Musk revelou que algumas casas da Colonial Street (a rua fictícia Wisteria Lane, cenário da série Donas de Casa Desesperadas) já foram equipadas com estas telhas, escreve a Wired.

De acordo com Elon Musk, as telhas têm uma cobertura especial que torna a telha mais ou menos opaca, dependendo do ângulo de visão a partir do qual se olha para o objeto. É este pequeno detalhe que faz com que as telhas, feitas de vidro, permitam a entrada da luz solar vinda de cima, e que torna a telha absolutamente opaca quando vista de lado — uma tecnologia parecida à que é usada, por exemplo, no ecrã das caixas de multibanco, que parece totalmente preto quando olhado de lado, por motivos de segurança.

“Precisamos de tornar os painéis solares tão atrativos como já fizemos com os carros elétricos“, explicou o líder da Tesla, sublinhando que o produto tem de ser “bonito, acessível, e parecer integrado”. A marca anunciou que as telhas vão ser produzidas em quatro modelos distintos, a imitar diferentes tipos de telhas. Ainda assim, Elon Musk ainda não revelou quanto poderá custar a instalação deste sistema numa casa.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A ideia de Musk, como escreve a Wired, é “salvar o mundo através de energia sustentável”. E é por isso que o fundador da Tesla e da SpaceX quer que o produto seja o mais bonito possível — para ser irresistível. Atualmente, é possível produzir energia solar em casa, mas apenas através da instalação de painéis solares tradicionais, que têm de ser colocados em cima do telhado ou nos jardins. Com este sistema, defende Musk, a casa nem parece estar equipada com painéis solares.

tesla-telhas

As telhas estão disponíveis em quatro modelos diferentes, a imitar vários tipos de telhas normais. (Imagem: Tesla)

Juntamente com o telhado solar, a Tesla apresentou a nova Powerwall, um aparelho de armazenamento da energia que chega das telhas, e que é capaz de armazenar energia suficiente para alimentar uma casa de quatro quartos durante um dia inteiro, segundo a Wired. O sistema inteiro funciona sempre que há luz solar suficiente, e precisa de pouca manutenção. Além disso, Musk assegura que as telhas são ainda mais resistentes do que as telhas normais, pelo que a instalação do sistema poderá ser também uma mais-valia em termos de segurança.

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar
Junte-se ao Presidente da República e às personalidades do Clube dos 52 para uma celebração do 10º aniversário do Observador.
Receba um convite para este evento exclusivo, ao assinar um ano por 99€.
Limitado aos primeiros 100 lugares
Assinar agora Ver programa