Donald Trump deverá nomear o diretor executivo da Exxon Mobil, Rex Tillerson, como secretário de Estado, segundo informações avançadas pela Reuters. A possibilidade de Tillerson vir a chefiar a diplomacia norte-americana surgiu na imprensa depois de se ter reunido com Trump no sábado de manhã, segundo disse à imprensa uma fonte envolvida no processo de nomeação da nova administração norte-americana. Tillerson, com 64 anos, passou para o topo de uma lista que, até aqui, toda a gente julgava ser encabeçada por Mitt Romney e Rudy Giuliani, apesar de o ex-mayor de Nova Iorque se ter retirado da corrida esta sexta-feira.

Apesar das milhas percorridas ao serviço da Exxon, que mantém presença em mais de 50 países, Tillerson — tal como outras escolhas de Trump — não tem experiência governativa nem diplomática. Conhece-se, contudo, a sua ligação privilegiada a Vladimir Putin, que lhe atribuiu uma medalha da Ordem da Amizade em 2013. Em 2011, a Exxon Mobil assinou uma parceria com a Rosneft, a maior petrolífera russa, para exploração e transformação de crude.

As ligações ao regime russo de Tillerson podem tornar-se incómodas, agora que a CIA parece ter provas de que piratas informáticos russos possam ter alterado as votações eletrónicas em favor de Trump. Quando a União Europeia e os Estados Unidos decidiram sancionar a Rússia pela anexação da Crimeia, em 2014, Tillerson revelou-se contra a medida garantido ser “ineficaz”, noticiou na altura a agência Associated Press.

Apesar de ser considerado “um robusto conservador” pelos seus pares, não tivesse nascido e crescido no Texas, Rex Tillerson defendeu sempre que os Escuteiros, organização com a qual mantém uma ligação muito próxima, deviam admitir rapazes abertamente homossexuais.

Tillerson também já fez discursos onde apoia a criação de um imposto sobre as emissões de CO2, mas 81% dos acionistas da companhia que gere votaram contra a proposta de tornar público o apoio da Exxon aos Acordos de Paris.

Segundo o diário norte-americano Washington Post, o salário de Tillerson chegou aos 27 milhões de dólares no ano até abril de 2016. O seu plano de pensão está perto dos 70 milhões e, só em ações da Exxon, terá mais de 218 milhões de dólares. A Exxon é a oitava maior companhia do mundo.