O Facebook lançou esta semana o Portal para os pais, um novo centro de ajuda e aconselhamento para ajudar os educadores a lidar (e aprender) com a presença dos filhos na rede social. Em outubro já tinha sido apresentado o Centro de Segurança, agora o Facebook fez uma atualização para alertar diretamente os pais para a educação online.

Esta estratégia de informação é importante, na medida em que se assiste, por um lado, a jovens que dominam (muito) melhor que os pais os meandros das redes sociais e, por outro, a adultos que aderem às redes sem os conhecimentos mínimos ou a noção dos perigos, como demos conta nesta notícia: Predadores recorrem ao Facebook dos pais para terem acesso a imagens dos filhos.

Neste novo Portal para os pais, disponível em 55 idiomas, o Facebook optou por uma linguagem direta, quer no tratamento na primeira pessoa, quer no teor e explicação das mensagens. Quanto mais simples, melhor. Alguns exemplos:

  • Mostra ao teu filho que as regras que se aplicam online também se aplicam offline.
  • Interage com o teu filho cedo.
  • Pede ao teu filho que te ensine.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A nova área apresenta alguns conselhos úteis que vão muito para além da segurança online. Aliás, mais parece um “manual de educação”, com recomendações diretas sobre como interagir com os filhos:

Os dados sugerem que os pais devem interagir com os seus filhos online assim que estes começam a utilizar as redes sociais. Pondera enviar um pedido de amizade ao teu filho quando este aderir ao Facebook.

Não precisamos de estudos ou especialistas para demonstrar que os jovens estão muito mais aptos que os adultos para lidar com as novas tecnologias e com as redes sociais, em particular. Por isso é fácil perceber a opção de abordar os perigos da Internet com uma linguagem direta e incisiva, com um olhar apontado para a segurança de ações e comportamentos.

A mensagem é simples e pode ser resumida do seguinte modo: a educação começa em casa e, de preferência, fora da rede. Fale com o seu filho, e aprenda com ele.