Guilherme Figueiredo toma posse hoje, quarta-feira, como bastonário da Ordem dos Advogados (OA), após ter obtido na segunda volta das eleições, a 6 de dezembro, 9.862 votos contra 9.193 da ainda bastonária, Elina Fraga. Além de Guilherme Figueiredo, tomam ainda hoje posse Luís Menezes Leitão, como presidente do Conselho Superior da OA, e Jorge Bacelar Gouveia, como presidente do Conselho Fiscal, bem como os novos membros do Conselho Superior, do Conselho Geral e do Conselho Fiscal, para o triénio 2017-2019.

Na segunda volta das eleições para o bastonário da Ordem dos Advogados votaram 20.608 associados, tendo-se registado 1.344 votos brancos e 209 nulos. A segunda volta das eleições foi disputada pela lista K, liderada por Elina Fraga, e pela lista H, encabeçada por Guilherme Figueiredo, que concorreu com o apoio do candidato à primeira volta das eleições de 18 de novembro Jerónimo Martins. Na primeira volta, Elina Fraga foi a candidata mais votada, com 8.706 votos, tendo Guilherme Figueiredo conseguido 7.838 votos.

Ao contrário das eleições de 2014, no ato eleitoral para o triénio 2017-2019 não foi automaticamente eleito o candidato mais votado, já que os novos estatutos da Ordem dos Advogados subordinam a eleição do novo bastonário à obtenção de mais de 50% dos votos. A cerimónia realiza-se esta quarta-feira à tarde no Salão Nobre da Ordem dos Advogados, em Lisboa.