Luís Valente de Oliveira pediu a desfiliação do PSD depois de ter aceitado o convite do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, para ser novamente mandatário da sua candidatura independente.

Segundo o Expresso, o pedido de desvinculação foi feito esta semana, numa carta enviada ao presidente do PSD, Pedro Passos Coelho.

A informação foi confirmada ao semanário pelo autarca do Porto, acrescentando que Valente de Oliveira iria desfiliar-se do PSD para evitar possíveis processos disciplinares.

Luís Valente de Oliveira já foi mandatário de Rui Moreira nas autárquicas de 2013. Nessa altura manteve-se ligado ao PSD, apesar de não apoiar o candidato social-democrata, Luís Filipe Menezes.