Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um homem de 23 anos foi detido na semana passada em França, suspeito de estar a planear um atentado contra o presidente francês, Emmanuel Macron, para o próximo dia 14 de julho, em que se celebra o Dia da Bastilha, feriado nacional no país, informa este domingo a imprensa francesa.

Segundo a rádio RMC, citada pelo Le Figaro, o homem foi detido pela polícia depois de as autoridades terem intercetado uma conversa num site de jogos na Internet, em que o homem revelava estar à procura de uma espingarda AK-47 para levar a cabo um ataque.

O homem ainda resistiu à detenção quando a polícia apareceu em sua casa, na semana passada, ameaçando os agentes com uma faca. No carro do homem foram ainda encontradas várias armas brancas, mas nenhuma arma de fogo.

O suspeito, que foi detido em Val d’Oise, região a norte de Paris, estava ligado a movimentos nacionalistas e já era conhecido das autoridades. No ano passado, tinha sido detido por apelar ao terrorismo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR