Dark Mode 148kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Há uma cidade na China que trafica 80% do comércio do marfim

Chama-se Shuidong e é nesta pequena província chinesa que passa 80% do tráfico de marfim. Quem o diz é um relatório que também revela os milhões que rendem cada tonelada.

i

O relatório é da Environental Investigation Agency

RUNGROJ YONGRIT/EPA

O relatório é da Environental Investigation Agency

RUNGROJ YONGRIT/EPA

A cidade de Shuidong, na província de Guangdong, podia ser apenas uma discreta cidade com 90 mil habitantes na costa sul da China. Mas é por esta cidade que passa 80% do comércio de marfim do país. Quem o diz é o relatório da Environental Investigation Agency (EIA).

Diz o relatório que mais 80% das presas de elefante que vêm de África para China passam por Shuidong. Este fluxo faz da cidade um autêntico ritual de passagem para negociar este material.

A investigação começou em abril passado e envolveu investigadores a trabalhar à paisana. A pesquisa permitiu ainda descobrir as rotas de contrabando e alguns negócios das famílias por trás deste tráfico negro.

No ano passado, os contrabandistas embarcaram 2.5 toneladas de marfim de Moçambique para Shuidong. Num dos casos, foram primeiro enviadas para Busan, na Coreia do Sul. Seguiram depois para Hong Kong, o maior mercado do mundo de marfim. A partir daí, seguiram rumo a Shangai até chegarem finalmente a armazéns de Shuidong.

Nesta pequena província, o comércio de marfim tem-se revelado bastante lucrativo e surpreendentemente “seguro” para as famílias envolvidas neste negócio. Isto porque o relatório inclui a experiência de um contrabandista que garante que em mais de 20 anos as autoridades responsáveis pela fiscalização e apreensão não registaram um único incidente. Os últimos anos deste tráfico dizem que esta atividade se revela muito lucrativa. Um carregamento de 3 toneladas chega a render 3 milhões de dólares.

Até ao final do ano a China quer proibir o comércio de marfim.

China vai proibir comércio de marfim até final de 2017

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.