A portuguesa Sara Moreira vai falhar os Mundiais de atletismo, nos quais deveria disputar os 10 mil metros, devido a entorse e rotura no tornozelo, informou esta terça-feira a Federação Portuguesa de Atletismo.

Segundo a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA), a atleta sofreu uma entorse na tibiotársica direita com rotura do ligamento talofibular anterior, ficando de fora do primeiro grupo que viajou hoje de Lisboa para Londres, onde vão ser disputados os Mundiais, entre sexta-feira e 13 de agosto.

Após exames feitos na segunda-feira, a avaliação feita pelo departamento médico da FPA determinou que a lesão não é recuperável até sábado, dia da prova dos 10 mil metros.

Sara Moreira, que também detinha mínimos para a maratona, deixa Carla Salomé Rocha como única representante lusa na prova dos 10.000 metros, reduzindo a comitiva lusa para 21 atletas.

A atleta natural de Santo Tirso, de 31 anos, sagrou-se campeã da Europa na meia-maratona, em 2016, ano em que desistiu da maratona olímpica devido a uma fratura de stress, distância em que foi quarta em Nova Iorque em 2015, depois de ter sido terceira em 2014.

Antes, em 2013, conquistou o título mundial em pista coberta nos 3.000 metros, além de ter sido 14.ª nos 10 mil metros em Londres 2012 e 22.ª nos 3.000 metros obstáculos em Pequim2008.