A Reddit divulgou um vídeo que mexe connosco. Na realidade, mexe praticamente com toda a gente, sobretudo quem gosta de crianças, de carros e tem filhos. Nele é visível um miúdo autista e cego, que dá um passeio no automóvel ao lado do seu pai. A novidade é que é ele que assegura as passagens de caixa. Mas o que mais impressiona é o prazer que retira dessa simples acção que poucos condutores valorizam.

O pai conduz habitualmente um Subaru desportivo, um WRX STI, uma berlina familiar devidamente vitaminada por um motor boxer de quatro cilindros, dotado de turbocompressor para atingir 300 cv. A caixa de velocidades é manual, com seis relações, e foi mesmo essa caixa que o pai ensinou Spenny a manusear.

No vídeo, vê-se Spenny e o pai entregarem-se a uma actividade que pais e filhos tanto gostam de partilhar: conduzir automóveis. O jovem engrena primeira e o pai acelera, para depois Spenny passar para segunda e, por fim, terceira velocidade. É a partir daqui que o sorriso rasgado e a cumplicidade de um e do outro são tão evidentes, que é quase impossível não sorrir também. Ou chorar, ao ver o gozo que dá partilhar mesmo as mais pequenas coisas.