A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, defendeu este sábado uma baixa de impostos em todos os escalões do IRS, argumentando ser “injusto e imoral defender baixas apenas para alguns”.

“Num país onde 52% das pessoas não pagam IRS — e não pagam porque têm rendimentos muito baixos –, num país onde 11% dos contribuintes pagam 70% do IRS arrecadado, é injusto e imoral defender baixas apenas para alguns, continuando a carregar nos outros. Para nós, não há portugueses de primeira e de segunda”, defendeu Assunção Cristas.

No encerramento da Convenção Autárquica Nacional do partido, a líder e candidata à Câmara de Lisboa nas eleições de 01 de outubro, anunciou também um regresso do tema do rendimento social de inserção (RSI) ao discurso dos centristas, manifestando-se contra “prestações sociais automáticas” sem fiscalização.