Saúde Pública

Há 14 batons hidratantes perigosos no mercado, alerta a DECO

12.668

Dos 20 batons testados pela DECO, 14 continham substâncias "potencialmente perigosas para a saúde". Conheça as marcas e os componentes que deve evitar.

Segundo a DECO, a melhor opção é a da marca Cien, à venda nos supermercados Lidl

TWITTER

Com o inverno a chegar, os batons hidratantes (vulgo, do cieiro) começam a encher as prateleiras das farmácias e dos supermercados. O que levou a DECO – Defesa do Consumidor a analisar 20 marcas deste produto. Conclusão? 14 delas continham componentes “potencialmente perigosos para a saúde”, nomeadamente hidrocarbonetos “que fazem parte da composição dos óleos minerais”.

Na compra de um destes batons deve prestar atenção aos ingredientes. Se a lista contempla siglas como MOSH, POSH e MOAH, deve evitar comprá-los. A DECO alerta que “a presença de mais de 10% de hidrocarbonetos MOSH e POSH em produtos que podem ser engolidos, como os hidratantes labiais, é potencialmente perigosa”. Já os MOAH “não devem fazer parte destes cosméticos por se suspeitar de que são cancerígenos”.

Segundo a DECO, os batons a evitar são das marcas La Roche-Posay, Vasenol, Uriage, Avène, Aptonia, Continente, Labello, Maybelline, Johnson’s, Eucerin, Vichy, Neutrogena e Carmex — alguns destes muito utilizados, apesar de não serem as opções mais baratas.

A melhor opção, de acordo com a associação, é o baton da marca Cien, à venda exclusivamente nos supermercados Lidl, que arrecadou a classificação de “Melhor do Teste” e “Escolha Acertada”.

A lei portuguesa permite que óleos minerais como estes sejam utilizados em produtos cosméticos, mas só “se se conhecerem os antecedentes de refinação” e quando há prova de que a substância de origem não é cancerígena — isto é, que não provoca cancro.

Na publicação, no seu site, a DECO destaca ainda alguns ingredientes a evitar em batons e cosméticos: cera microcristallina ou microcrystalline wax, ceresin, hydrogenated microcrystallin wax, hydrogenated polyisobutene, ozokerite, paraffin ou parafina, paraffinum liquidum, petrolatum, polybutene, polyethylene, polyisobutene, synthetic wax. Nomes que deve memorizar.

A presença destes produtos em cremes hidratantes para a pele, contudo, não é alarmante porque a absorção “é mínima”.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Saúde Pública

Esplanadas livres de fumo? Sim, é possível!

Hugo Pinto Gonçalves
1.048

Algo deve ser feito para proteger os fumadores, os não fumadores e especialmente as crianças. É aqui que temos de insistir: na defesa do não fumador, instituindo o conceito de esplanadas “smoke free".

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)