Quando em 2015 um grupo de aficionados de robótica fundou a Megabots, um desafio foi lançado à empresa japonesa Suidobashi Heavy Industry para organizar a primeira batalha de robôs gigantes. Se cresceu nos anos 90, há uma grande probabilidade que associe esta ideia a uma série de desenhos animados. Mas estes têm 5 metros, pesam 12 toneladas, têm metralhadoras, serras e… armas de paintball.

Ao longo de dois anos, as duas empresas foram construindo os seus robôs num processo fortemente detalhado no YouTube e agora estão prontas para lutar. Os fundadores tinham dito em agosto que a batalha ia acontecer em setembro, mas “problemas logísticos” atrasaram o processo.

Alguns desses problemas estão relacionados com as infraestruturas propostas para receber o evento, tais como: o chão ser capaz de aguentar o peso de um robô a cair, a alimentação de energia ser suficiente e o acesso de camiões para transportar estes Transformers da vida real.

Os robôs têm assento para um utilizador, armamento, serras e até pistolas de paintball, além de uma garra gigante para agarrar o oponente.

Infelizmente, os fãs que financiaram o projeto pelo Kickstarter não vão ter a oportunidade de assistir, dada a incerteza de que será possível garantir a segurança dos espetadores. Recordamos: há explosivos e máquinas gigantes à solta… Por isso o melhor é assistir por streaming, como propõem membros da organização.

Os fundadores garantem que os “pilotos” estarão seguros.

Estamos a viver no futuro. Se há uns anos tudo isto não passava das páginas do argumento de uma série de nome parecido (Medabots) e das fantasias de miudagem, hoje é realidade.

Se a ideia de uma eventual liga de combate de robôs pegar, teremos hooligans agarrados ao ecrã como se de um jogo de futebol se tratasse.

Já falta pouco tempo para o confronto inédito, se quiser saber quando e onde poderá assistir, veja a informação disponibilizada no site oficial.