Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Modelo que procura trazer para os segmentos mais baixos o sucesso alcançado pela marca da hélice com aquele que foi o seu primeiro SUV-Coupé, o X6, o novo BMW X2 acaba de ser oficialmente desvendado, naquela que é a sua versão de produção. E que, com a mira desde já apontada a sucessos comerciais como o Range Rover, promete apresentação ao público no próximo Salão Automóvel de Detroit, em Janeiro de 2018.

Utilizando a mesma plataforma UKL2 que serve de base ao X1 e a todos os modelos com tracção dianteira e motores em posição transversal da marca de Munique, o novo X2 vem posicionar-se, em termos de gama, entre o X1 e o X3, sendo, ainda assim, 8 cm mais curto e 9 cm mais baixo que o modelo que lhe está na origem. Com a diferença no comprimento a fazer-se não na distância entre eixos, que é a mesma, mas nos vãos, mais curtos.

Dono de uma imagem exterior bem mais desportiva (e conseguida), o novo SUV-Coupé exibe soluções estilísticas e de equipamento muito próprias, que podem passar por ópticas Full-LED (de série, são em halogéneo) e farolins em LED, saias laterais específicas e até um spoiler traseiro no tejadilho. O qual, na também já prevista variante M Sport, será ainda maior.

[jwplatform slqy0f5V]

De resto, num modelo que conta ainda com mais duas versões – Base e M Sport X, esta última a procurar conjugar o melhor dos dois mundos -, as variantes mais desportivas distinguem-se ainda por uma menor distância ao solo (-10 mm), cores diferentes em vários apêndices, jantes (as opções variam entre as de 17″ da versão Base, e as opcionais de 20”), ponteiras de escape e cores da carroçaria (cinco).

13 fotos

Já no interior, várias opções de revestimentos, em tecido, couro e pele, além de um sem-número de equipamentos, como é o caso da última geração do sistema de informação e entretenimento com ecrã que tanto pode ser de 6,5 como de 8,8”, ou ainda das mais recentes ajudas à condução – entre as quais, o sistema de manutenção na faixa de rodagem, a travagem autónoma de emergência e a assistência ao parqueamento. Além do BMW Connected+, com os opcionais Wi-Fi e Apple CarPlay.

[jwplatform zbHpaC8q]

Em termos de motores, o X2 repete a mesma oferta do X1, surgindo no mercado, ao que tudo indica, com as motorizações SDrive 20i de 192 cv e tracção dianteira; xDrive 20d de 190 cv e tracção integral; e 25d com 231 cv e tracção 4×4. Todas elas devendo ter caixa automática, variando entre si apenas no facto da solução prevista para o primeiro motor contar com sete velocidades, ao passo que as restantes possuem oito relações.