O Presidente do Zimbabué Robert Mugabe apareceu em público esta manhã, pela primeira vez desde que as forças militares tomaram o controlo da capital Harare, na madrugada de quarta-feira. Mugabe cantou o hino nacional juntamente com os estudantes, falou durante a cerimónia de graduação e foi aplaudido pela plateia, numa universidade em Harare.

De acordo com a Associated Press, o líder do Zimbabué, vestido a rigor, com capa e chapéu académico, chegou ao local com direito a passadeira vermelha e banda a tocar e fez-se acompanhar pelos seus seguranças.

Mugabe está em prisão domiciliária desde a madrugada de quarta-feira, altura em que as forças militares ocuparam a televisão estatal (ZBC) e fizeram várias detenções. O Exército nega contudo que se tenha tratado de um golpe de Estado.

Logo na quarta-feira, os principais líderes da oposição vieram exigir a demissão de Mugabe, mas já esta quinta-feira, Mugabe, de 93 anos, recusou categoricamente ceder o poder aos militares e afastar-se da liderança do Zimbabué, que manteve durante os últimos 37 anos, num encontro com os generais que assumiram o controlo da capital Harare, de acordo com uma fonte próxima dos militares à AFP.

O Zimbabué vive um dos momentos mais importante desde que Mugabe chegou ao poder, em 1980.