O indivíduo que na sexta-feira ameaçou os agentes da polícia militar holandesa no aeroporto de Amesterdão-Schiphol é “um homem confuso”, afirmou hoje um porta-voz da polícia, precisando que não se tratou de um ataque terrorista. “Trata-se de um homem confuso”, declarou Komba Steven, disse o porta-voz da polícia militar. “Para nós, não se trata de um ataque terrorista”, declarou.

Os agentes atiraram na sexta-feira contra um homem que os ameaçava com uma faca, após ter entrado no escritório situado no ‘coração’ de Schiphol Plaza, uma enorme praça e um centro comercial onde milhares de passageiros passam diariamente. O homem, habitante em Haia, 29 anos, foi “controlado e transportado” numa ambulância ao hospital de Amesterdão, onde ainda se encontra.