Dark Mode 152kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Cântico de adeptos do Sporting no Dragão gera nova polémica

Adeptos do clube leonino entoaram cântico no Dragão, no qual fazem uma alusão à queda da bancada do campo do Estoril onde a claque do FC Porto assistiu ao jogo na passada segunda-feira.

As manifestações das claques desportivas voltam ao centro da polémica. As críticas viram-se agora para os adeptos do Sporting que, na noite desta quarta-feira, durante um jogo de hóquei em patins no Dragão Caixa, entre o FC Porto e o clube de Alvalade, entoaram um cântico aludindo aos recentes problemas na bancada do campo do Estoril.

A letra da música não é totalmente percetível, mas os vídeos feitos no pavilhão e os comentários de quem ouviu o cântico, referem que os fãs leoninos entoam: “Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c…”, numa alusão aos riscos de ruína da bancada onde a claque portista assistia ao jogo do clube com o Estoril na passada segunda-feira — e que acabaram por obrigar ao adiamento do jogo.

O vídeo foi partilhado nas redes sociais pelo Baluarte Dragão e pelo diretor de comunicação do FC Porto, Francisco Marques.

Além da letra de gosto duvidoso, a melodia é ainda muito semelhante à do cântico que os Super Dragões fizeram sobre o Chapecoense e o Benfica, na qual manifestavam o desejo de que fosse a equipa encarnada a seguir no avião que caiu, provocando a morte a vários jogadores e outros elementos do clube brasileiro.

O presidente do Sporting já reagiu nas redes sociais a repudiar os eventuais cânticos dos adeptos do clube. “Os adeptos do Sporting CP sabem distinguir situações e, ao mesmo tempo que lutam pela verdade desportiva, sabem que devem ter sempre um comportamento que pugne pela dignificação do clube e do desporto”, escreveu Bruno de Carvalho no Facebook.

Realçando que não esteve presente no pavilhão onde decorreu o jogo de hóquei, o presidente do Sporting reforçou que “os cânticos que dizem ter existido hoje no Dragão Caixa (e digo isto pois não estive lá e no vídeo que está a circular não se percebe o que é dito), a serem verdadeiros, são lamentáveis e alvo de total repúdio pois em nada representam a forma de estar do Sporting CP no desporto e na sociedade”.

O FC Porto também reagiu ao cântico através do boletim informativo ‘Dragões Diário’. “Brilharam nesta noite os portistas que encheram o Dragão Caixa, que foram incansáveis no apoio à equipa e responderam com dignidade e elevação às provocações e insultos de quem veio de fora”, pode ler-se na newsletter citada pelo Jogo.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.