O treinador de futebol do Benfica desvalorizou esta sexta-feira a associação do presidente dos ‘encarnados’, Luís Filipe Vieira, à ‘Operação Lex’, que investiga suspeitas de corrupção, branqueamento de capitais, tráfico de influências e fraude fiscal.

Na antevisão ao desafio frente ao vila-condenses, a contar para a 21.ª jornada da I Liga de futebol, o técnico dos ‘encarnados’ fez questão de se colocar ao lado do líder máximo do clube, garantindo que a situação não afeta o plantel.

“Não foi um tema de balneário, com toda a certeza. Não há realce em relação a esta questão do presidente. Ele é a mesma pessoa. Não temos que ter excessiva preocupação. No nosso balneário, os assuntos são o jogo, o treino, a alimentação, aquilo que nós podemos controlar”, começou por assegurar, prosseguindo: “Não há conversas paralelas. A nossa equipa funciona assim”.

Ainda sobre o tema que visa também o vice-presidente do clube Fernando Tavares e mais 10 arguidos da ‘Operação Lex’, entre os quais os juízes desembargadores Rui Rangel e Fátima Galante, Rui Vitória esclareceu que o presidente é a “figura máxima e está atento” a tudo que se passa no clube.

Relativamente ao encontro de sábado, o treinador não esquece o empate da primeira volta do campeonato e o desaire que ditou a eliminação das ‘águias’ da Taça de Portugal face ao Rio Ave, pedindo aos seus atletas que joguem nos “limites”.

“As questões do passado contam pouco, interessa ter conhecimento do nosso valor e do adversário. Têm feito um bom campeonato e vão criar-nos dificuldades. Este jogo tem que ser enfrentado a jogar nos limites e saber aquilo que o Rio Ave tem de virtudes. Temos uma grande vontade de ganhar o jogo”, declarou.

Rui Vitória voltou-se depois para a questão das individualidades, sendo que, primeiro, não quis revelar quem ocupará o lugar do meio campo ao lado de Pizzi, se João Carvalho continua no ‘onze’, no lugar deixado vago por Krovinovic.

“O João (Carvalho) está no mesmo patamar que os outros jogadores convocados e qualquer deles está pronto. Não vou dizer que o João vai jogar ou não, porque não o tenho dito”, afirmou o treinador dos ‘encarnados’.

Depois, Rui Vitória foi questionado sobre Yuri Ribeiro, lateral esquerdo que está emprestado pelo Benfica ao conjunto de Vila do Conde e que, por isso, não jogará no sábado.

“O Yuri tem tido uma evolução muito importante. Cada um faz o seu próprio caminho para chegar ao mesmo destino. Hoje, é possível voltar ao Benfica com bons desempenhos”, terminou.

No sábado, o Benfica, terceiro classificado, com 47 pontos, recebe no Estádio da Luz, pelas 18:15, o Rio Ave, quinto, com 33, numa partida referente à 21.ª jornada da I Liga de futebol. Em caso de triunfos, os ‘encarnados’ serão líderes provisórios.